Neste post farei um carinho, os próximos virão com um tapinha.

Um dos meus grandes interesses são os quadrinhos, uma arte visual, capaz de permitir vários estilos serem mesclados, reinventados. Sem falar na arte final `a nanquim, vetor, além da páginas colorizadas por tintas ou programas digitais.

Quando criança, os meus primeiros contatos com os quadrinhos, que receberá mais atenção em outro post, se deu em bancas de jornais no início dos anos 90. Tempos depois na adolescência, dei de cara com uma diversidade maior de títulos e estilos quando um colega me emprestou várias caixas de quadrinhos . Ia desde o cartoon, mangá (naquela época não era tão fácil alguma publicação chegar em português), até algumas publicações de origem européia. Falei: Nossa, tudo isso pra ler! E eu li.

Fiquei com  aquela vontade de “recontar as histórias do meu jeito”. Queria fazer um gibi com tal personagem, mas com algo diferente do que foi apresentado. Provavelmente isso já aconteceu com você, seja com um gibi que leu, um filme que queria uma cena ou um ator diferente, um ingrediente que não consta na receita, ou até mesmo uma música com um ritmo e/ou algumas alterações na letra.

Pois bem, eu até tentei mas (como em algum momento vou postar mesmo aqui algumas de minhas incursões quadrinhísticas), não ficou aquela coisa. O desenho não ficava como eu imaginava e a arte final então, tentei com aqueles pincéis pelos de marta, bico de pena e a que me saí melhor foi a caneta nanquim descartável, mas não foi tudo isso, serviu mais para por a tinta no papel, o preto no branco.

Por esses e outros motivos, apenas para início de conversa “preparei este post preparatório”com algumas ilustrações sobre as diversos biotipos que as pessoas têm:

Formas e Proporções Masculinas
Formas e Proporções Femininas
Formas e Proporções
Formas e Proporções
Formas e Proporções

Há diversos outros elementos para incorporar nas histórias em quadrinhos, como cenários, perspectiva, balões de diálogo e as fontes utilizadas. E há autores dentro da proposta da história que utilizam e desconstroem estes elementos.

No post #01 entrarei em detalhes sobre qual rumo tomará este assunto.

Anúncios

2 comentários sobre “Aprenda a Desenhar #00

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s