Universo Cinematográfico Marvel (Fase 1): Incrível Hulk (2008)

Quatro meses depois dou sequencia aos filmes baseado nos super heróis da Casa das Ideias ( a.k.a. Marvel). 5 anos após o filme estrelado por Eric Bana e 30 anos  após a série dos anos 70/80, o gigante esmeralda retorna, desta vez interpretado por Edward Norton, no auge da fama, permitindo se envolver no desenvolvimento da história e entrando em conflito com o diretor do filme, Louis Leterrier ( Cão de Briga, Carga Explosiva), o que impactou no resultado final… Ratinhoooo!!!

Incredible_Hulk_poster

marvel-the-incredible-hulk-movie

Caso você ainda não tenha visto o filme, ele não ignora completamente o filme anterior, atualizando durante os créditos iniciais os acontecimentos envolvendo Bruce Banner depois que ele fugiu. Agora ele está no Brasil-sil-sil como peão numa fábrica de tubaína refrigerante. Morando numa comunidade e ainda aprendendo a se controlar com algum descendente da família Gracie. A zica acontece quando cai umas gotas de sangue dentro das garrafas e coincidentemente exportadas para os EUA. Pronto, temos algumas mutações, permitindo assim ser encontrado pelo sogrão, o general Ross (William Hurt).

General Ross (William Hurt), o sogrão que ninguém gostaria de ter
General Ross (William Hurt), o sogrão que ninguém gostaria de ter

Desta vez ele trouxe um soldado porra louca, Emil Blonsky (Tim Roth) após conhecer de perto a força e fúria do Hulk (ui!) ele se torna voluntário para o experimento que o transformaria num supersoldado (o mesmo soro que criou o Capitão América). É claro que ele também decide não tomar os medicamentos corretamente… e dá merda!

Soldado Emil Blonsky (Tim Roth)
Soldado Emil Blonsky (Tim Roth)
Braço de Ferro?
Braço de Ferro?

Nesse meio tempo Bruce conversa pela internê com um tal de Dr. Blue sobre algum meio de reverter a transformação. E como a carne é fraca e Holywood precisa sempre de um par romântico eis que surge a bela Betty Ross (Liv Tyler).

incredible-hulk-betty-ross
“I don’t wanna close my eyes…”
Betty Ross (a filha do Chefe)
Betty Ross (a filha do Chefe)

Blonsky fica obcecado, e quer virar um Hulk para derrotar Banner; então pede ao Dr. Sterns (o tal Dr. Blue, deixando subentendido que se tornaria o Líder) para injetar o sangue contaminado de Banner em si e também se expor aos raios gama. Logo, o corpo de Blonsky sofre a mutação que o transforma no monstro mais superpoderoso ou melhor dizendo, mais Abominável do que o Hulk.

Coisa mais linda!
Coisa mais linda!

Diferente do pai do Bruce/ Homem-Absorvente, temos um adversário físico de respeito, capaz de causar uma bela destruição na cidade, fazendo com que o Hulk seja o mal menor e obrigando o General a pedir arrego.

The Incredible Hulk

Vou te dar um martelão, vou sim!
Vou te dar um martelão, vou sim!

Talvez você leitor mais atento tenha visto que o logo da Universal está junto com o da Marvel no poster e demais materiais de divulgação. Poderia ser mais um licenciamento, mas deixo abaixo a cena pós crédito do filme:

Marvel Cinematic Universe Box Art_06

Anúncios

2 comentários sobre “Universo Cinematográfico Marvel (Fase 1): Incrível Hulk (2008)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s